domingo, 12 de outubro de 2008

Quem tem medo de?


Joaninha?
Provavelmente ninguém, mas e quando elas aparecem como essa última semana, às centenas? Aí deixam de ser bonitinhas. Mas o que pode ser pior do que uma centena de joaninhas inquietas grudadas em todas as janelas da casa, querendo entrar? Oras, o Alex correndo de um lado pro outro fechando absolutamente tudo, com um aspirador na mao, tentando acabar com a praga das joaninhas. O senhor meu marido nao é lá uma criatura muuuuuuito valente quando se trata de digamos assim: insetos. Mas putizgrila, nao sei o que era pior se ele ou as joaninhas.
-Olha lá de novo no banheiro, na janela, um monte, centenas, grudadas em tudo quanto é lugar, você abriu a janela, porque? porque? porque meu D-us? Vai empestiar a casa toda, Juliana cadê o aspirador? Felipe sai daqui está cheio de joaninhas....Ai nao vou aguentar, quando vai acabar isso? Porque elas estao aqui? Porque escolheram a nossa casa?
-Alex, pelamordedeus, é chato, é desagradável, mas continuam sendo joaninhas, elas nao fazem nada, nós vamos morrer todos sufocados aqui dentro, abre alguma coisa, só um pouquinho. Você tem medo de joaninha?
-Você acha que eu tenho MEDO DE JOANINHA? Eu só nao gosto de joaninha o que é diferente. Elas só me dao arrepios, assim aos montes.
Eu achei que o Alex fosse só um putz chato ou covarde porque assim que uma joaninha sai voando ele sai voando imediatamente pro lado contrário, mas eu descobri no Blog da Flávia que essa frescura do meu marido tem um nome e muito mais chique e complicado do que frescura simplesmente...O Alex sofre de entomofobia, (pavor de insetos) entao tá né?
E olha se joaninha trouxer sorte mesmo, eu devo acordar amanha "a cara" da Angelina Jolie e o Alex do Brad Pitt, tudo isso somado ao fato de eu ganhar na Loto.
E já que eu estou falando de insetos, eu acho que eu já falei aqui no Blog que eu acredito em comercial de Tv né? Mais ainda quando é comercial de produto de limpeza, pois é, resolvi experimentar um tal iogurte que diz que ajuda a comer menos. É lógico que ajuda, primeiro que isso tem gosto de cigarra molhada. Nao nunca comi uma cigarra molhada, mas esse negócio me lembrou o cheiro de cigarra molhada; segundo que o negócio nao é barato entao nao deve mesmo sobrar dinheiro pra você comprar tanta coisa assim se continuar tomando isso
regularmente.
E nao, nao comi menos, mesmo depois de tomar 4 garrafinhas dessas, mas a propaganda diz que eu tenho que tomar regularmente por três semanas, mas nao acho que vou aguentar engolir cigarra molhada por três semanas.

5 comentários:

Suzana Bello disse...

Oi Carla, leio de vez em quando o seu blog desde junho quando fui p munique(primeira vez) volto em abril...
Adooooro ! vc é uma figura mais do que ótima, viu?
Beijos e sorte nessa jornada!!!!

Anônimo disse...

Imitando o Pacotinho de Estripulias da Flávia: joaninhas, que gacinha!

talkingabouteverything disse...

Ah! Medo de joaninha tá muito bom! Ruim é marido ter medo das mesmas coisas que vc... Tempo desses eu morava perto de um terreno baldio e um dia apareceu um rato lá em casa. Eu dei aquele escândalo que já se espera de uma mulher, mas, pra minha surpresa, qdo eu falei a palavra "rato" meu marido subiu na cadeira e me acompanhou no escândalo!!! Minha vontade era levar ele de volta pra casa da mãe e devolver o produto - motivo: defeito de fabricação!!!
No fim ele acabou matando o rato sem querer - na agonia ele derrubou uma escada bem em cima do "bichinho" -, mas ainda teve a ousadia de pedir pra eu ir jogar o "corpo" no lixo!!
Vê se pode!! hehehe

Paulinha

Ingrid disse...

kkkk não posso rir muito dos medos alheios pq eu morro de medo de lesma :P

Nem me fale em dieta.... :(

Anunciação disse...

Eu não tenho medo de baratas...eu tenho pânico,dou escândalo,grito,não deixo ninguém sossegado enquanto a monstra não é destruida.Coitado de seu marido.E de você também enquanto não passar a onda de joaninhas.