sábado, 31 de julho de 2010

Facebook

E quase todo mundo tem Facbook hoje em dia, e quase todo mundo está no Facebook.
Eu confesso sou viciada naquilo, mas o meu irmao que até tem um perfil mas nunca entra queria que eu explicasse com todas as letras porque é que eu achava o Facebook tao legal e o que exatamente me faz perder tantas horas por lá. Nao consegui explicar, nao consegui provar o porque do Facebook me atrair...
Fora os tao amados e igualmente odiados joguinhos interativos, bem...tem os amigos, gente que eu nao encontrava ou nao falava há mais de 10, 15 anos. Louco isso, na minha adolescência morei em Israel por 3 anos, entre 1988 e 1991 e naquela época era tudo tao difícil...Telefonema com os pais só uma vez por semana e olhe lá, os mais abonados e sortudos recebiam fax. Uma revista e português era disputada a tapa, ainda me lembro da Revista Veja com o Fernando Collor na capa que foi lida, relida e trelida por mais de 15 pessoas. É, nós nos contentávamos com notícias velhas....Hoje é tudo tao rápido imediato e fresquinho e tem o Facebook calro. Lá eu converso com os amigos, acompanho a vida de todo mundo sei se algum amigo, conhecido ex-vizinho está com dor de barriga ou chateado nesse mesmo momento.
Mas agora eu quero falar daquela gente que nunca te viu, nao te conhece provavelmente nao tem nada em comum com você, mas simpatiza com a tua cara lá no quadradinho e PUF!!! Te adiciona! Acho muito esquisito isso, nao adiciono gente que eu nao conheço, mas conheço gente que nao se importa, só estao lá pra jogar mesmo entao tanto faz. Mas o meu perfil é verdadeiro por isso nao gosto de adicionar quem eu nao conheço. Eu tenho sim meia dúzia de gatos pingado que eu nunca vi mais gordo lá adicionados, mas pelo menos me enviaram uma mensagenzinha antes dizendo que sao primos/amigos/cunhados/vizinhos do fulano de tal que me conhece e precisa de amigos pra jogar qualquer coisa...Agora olha só a ousadia: Um colega de trabalho se vira pra outra e pergunta como é que ele dá conta da casa, dos filhos se ela ainda trabalha fora e passa tanto tempo no Facebook? Preciso nem dizer que ela excluiu o fulano. Outros sao gente tao esquisita que apesar de estarem no mesmo ambiente de trabalho que eu, nao somos amigos, nao convivemos e por isso acho nada a ver adicionar e quando me dou conta tá lá a carinha do fulano no quadradinho aguardando resposta do: Quer ser meu amigo?!?
Será que eu sou muito chata com os meus critérios? O Fulano nao é meu amigo só porque ele está adicionado no meu Facebook, é isso?
E porque esse post sobre Facebook agora? É porque ontem à noite eu fuçando nos perfis alheios encontrei uma garota que me marcou a infância pela maldade. A menina literalmente nao gostava de mim e me maltratava e me magoava da maneira como ela podia, olhando no álbum de fotos onde ela tem fotos de criança eu vi o quanto ela era feiosinha e me senti vingada tantos e tantos anos depois, (ela nao tem nenhuma foto atual) nao sei porque eu a achava linda na época e me deu uma vontade tao grande de deixar um recadinho:
-E você como vai querida Fulana? Continua cretina e maldosa?

5 comentários:

zizablog disse...

Oiii Carla li teu post e concordo plenamente, pior ainda pq adc os que nunca pensei q existissem, eu não entendo muito bem o facebook, tenho, não curto muito pq tenho mais amigos q nao conheço e ate então, ingenuamente nao entendia pq me adc, hehehehehe... but, vivendo e apredendo! E qto as pessoas q nos ignoravam antes e hj nos convidam p encherem numericamente seus faces ou seus orkuts, tbm tenho vontade de mandar plantar milho agachadas ao sol. Valeu pela explicação. Abraços.

Daniella Azulay disse...

:-)

Mari disse...

Engraçado que eu gostava muito do orkut, mas hj gosto muito mais do facebook. Não sei explicar o porquê. Mas tambem sou chata com quem adiciono. Os amigos virtuais que tenho são pessoas que conheço há muito tempo por blog e não passam de uns tres. Os outros são todos muito reais. De vez em quando, por educação, eu acabo adicionando pessoas que não conheço, mas costumo apaga-los depois de um tempo, rs. Tenho poucos amigos mas conheço todo mundo pelo nome e sei consigo fazer rapidamente um pequeno resumo sobre a vida deles, rs.
Qto a sua amiga cretina e maldosa: aconteceu algo igual comigo. Uma menina que me batia quando eu era criança quis ser minha amiga no orkut. Vive me mandando mensagem de bom dia, elogiando as fotos dos meus filhos e eu pensando: lembra quando vc me ameaçava no recreio? Quando tentava "me pegar" na saída?
acho que ela esqueceu este nosso passado triste, rs.

Marcia disse...

Carla eu tenho uns 300 amigos desconhecidos que fui adicionando na sede de ter mais e mais vizinhos :) Mas o vicio do Farmville passou e agora não adiciono mais desconhecidos não. Até porque eu tenho certeza que só estão me adicionando com intenção de ganhar + 1 vizinho e como não jogo mais, diga um belo não! :)

Agora, o duro é aquele povo que te adiciona pq te conhece na vida "real" e embora a gente queira falar não, não dá pra recusar :S

Dani disse...

Olá Carla!

Meu nome é Danielle, moro em Curitiba, encontrei seu blog esses dias e adorei! Já li ele inteirinho!
Eu estou fazendo planos de me mudar com minha família para a Alemanha, mas estou com medo... E eu queria te perguntar algumas coisas, bem poucas, juro que não quero incomodar. Eu só queria saber se quando vocês se mudaram (há 7 anos atrás, certo?) vocês já falavam alemão? Como foi a adaptação? Eu falo alemão (e tenho a cidadania alemã) mas meu marido não, e esse é nosso maior impedimento. Além de claro, a questão do trabalho...

Se puder me enviar um e-mail, eu agradeceria imensamente. O endereço é danischol@yahoo.com.br.

E parabéns, seu blog é uma delícia, o jeito que você escreve é muito legal! Adorei!

Um grande abraço!

Danielle Scholtz