terça-feira, 11 de março de 2008

Parabéns Gaby!!


E esquecendo a pilha enorme de roupas que eu tenho pra passar (afinal eu estou de folga hoje não é mesmo?), vou postar muito rapidim.
Adoro as festas de aniversário aqui na Alemanha. Na verdade acho que no resto do mundo as festas de aniversário são assim simplificadas, sem o glamour de uma festa de 15 anos que afinal pode ficar para quando a criatura fizer 15 anos.
Comentei com uma amiga alemã, que adorava as festas infantis daqui com tão poucas crianças.
-Quantas crianças você convidou Carla?
-22 mas acho que virão 16. As outras não confirmaram...
-CÊ TÁ DOIDA? A minha mãe nunca me deixou convidar mais de 5, a minha vida toda.
Fato é que bem pouca gente tem coragem de convidar tantas crianças, porque aqui não se conta com ajuda doméstica alguma, fora as casas que são pequenas.
Se não fosse o Alex que ficou de "corpo presente" o tempo todo não sei o que seria de mim. (Ele nem "olhou" pra água, preferiu dar uma grana pra Ju e pro Thomas e tirou o corpo fora literalmente).
Todo mundo se divertiu, a minha fama de maluca só aumentou, mas foi um sucesso, a bagunça e a sujeira ficou toda lá (o resto do bolo também como vocês já sabem), e eu estou proibida de inventar algo assim ano que vem.

E mudando de saco pra mala, odeio todas essas pesquisas de quanto custa ter um filho. É de um nonsense tão sem tamanho, ou todos os casais sem filhos que vocês conhecem estão nadando em dinheiro? Ou será que eu digo isso só pra me conformar?

3 comentários:

Vanessa disse...

Carla, também nao entendi nada daquela matéria sobre quanto custa manter um filho. Eu, hein. Quanto as festas, aqui até rolam umas bem nababescas, mas uma coisa interessante é que raramente voce ve bebida alcoolica em festa de crianca (já as de 15 anos sao impronunciáveis! A molecada sai carregada).

Agora, é como eu digo, gastar rios de dinheiro numa festa particular, seja ela infantil, 15 anos ou casamento, me parece o fim da picada. Indecoroso mesmo.
Beijocas,Vanessa (inconfidenciamineira.com)

Marcia disse...

Hahahahaha Carla eu não tenho filhos e estou quase abrindo falência mas uma amiga que tinha 3 vivia dizendo que ela e o marido acreditavam cegamente que se não fossem os 3 filhos os dois já estariam milionários :)

Suzana disse...

É a primeira vez que vejo um comentário assim sobre filhos x dinheiro. Em vez de gastar energia elétrica neste blog, eu poderia usar o tempo para ganhar dinheiro. Mas não dá prá viver com essa medida mercenária, né? Acredito que meus 5 filhos terão 4 amigos, cada.