domingo, 15 de março de 2015

Eu estive no inferno a semana passada

E nós estivemos literalmente no inferno durante toda a semana que passou. 
Terra desconhecida, estivemos apavorados, desesperados e ao mesmo tempo esperançosos!
Vivemos cenas de um filme de terror de um filme que parecia não ser o nosso!
Mas conhecemos de perto as dores alheias e a generosidade das pessoas!
Eu tenho o costume de ver o copo meio cheio e quando ele insiste em se mostrar meio vazio tenho sérias dificuldades em entender e aceitar, por isso quando veio a primeira complicação pós cirúrgica, demorei a entender que era conosco e quando veio a segunda saí de mim.
De verdade não tinha idéia do que era uma UTI até a semana passada.
Achava que sabia o real valor de vinte e quatro horas; garanto que o valor muda totalmente quando um médico diz: Precisamos de vinte e quatro horas...
Angústia de verdade é você esperar o horário de uma visita na UTI e ao mesmo tempo ter pavor do horário de visitas porque a porta vai se abrir e o incerto e o assustador virão de encontro sem piedade!
Dormir em uma sala de espera...uma noite, duas noites... Esperar, esperar por horas...
A generosidade de receber um telefonema de alguém que você nunca viu na vida lhe perguntando se você precisa de uma cama, um banho, comida...a generosidade de alguém que também está dormindo nas salas de espera da UTI como você e nota que você não comeu nada e lhe obriga a tomar um iogurte.
Nos levaram pra casa, nos acolheram, choraram, rezaram e esperaram conosco.
Mãos foram estendidas.
Dormi em casa de velhos amigos e dormi em casa de pessoas que conheci meia hora antes.
Não tenho palavras pra agradecer, não dá. 
Se D-us quiser nosso pesadelo acabou, sinto de verdade por todas as pessoas que passam ou passaram por isso a dor é intensa o desespero palpável...

À todos o nosso muito obrigada somos eternamente gratos e se D'us nos
permitir que compartilhemos só momentos alegres.



4 comentários:

eduardo disse...

Foi un susto mesmo. Mas o final feliz eh o mais importante e serve para mais uma reflexao

Filomena Tiago disse...

É de lamentar o sucedido, sabendo nós de que
Circunstâncias provém o sofredor....Torna_mo_nos pequeninos e sofremos ainda mais..Deseja_mos_te umas rápidas melhoras,e tudo de bom......

Filomena Tiago disse...

É de lamentar o sucedido, sabendo nós de que
Circunstâncias provém o sofredor....Torna_mo_nos pequeninos e sofremos ainda mais..Deseja_mos_te umas rápidas melhoras,e tudo de bom......

Lúcia Soares disse...

Sei, por alto, do que vc fala, Carla, que é a cirurgia de um dos filhos. Nem de longe imagino sua dor, sua angústia de mãe, a do pai, a dos irmãos. Ele esteve presente e tudo foi bem. Que assim seja, não precisamos desse susto mais, né? rs
Um beijo nesse rapaz lindo.
Beijo.