quarta-feira, 8 de julho de 2009

Despedidas

Tô parecendo o coelho da Alice, numa correria só contra o relógio, a minha casa de pernas pro ar...roupas pra passar até o teto e vamos que vamos, porque eu estou com sérias intençoes de viajar na terça feira e Alex, bom pai e marido que é, vai fazer o sacrifício de ficar aqui sozinho com apenas um filho que nao quis se juntar ao resto do cla!
Tô num ritmo louco de trabalho, tô trabalhando tanto que ou dessa vez eu fico rica, ou passo a fazer parte daquela outra turma que trabalha a vida inteira e nunca tem nada, conhecem?!?

Despedidas...Como eu nao aguento isso, os dois filhos mais velhos tiveram as festas de despedida das respectivas escolas e em agosto começam o "curso superior" (Oberstufe) em outras escolas.
Choro, fotos, slides, músicas, mais fotos...Desde o jardim de infância, até hoje. Mais choro...As crianças presenteram o "melhor professor" com um Oscar. Chora o profesor, choro eu, choram as crianças. Chora o Alex me passando SMS (torpedo) porque está na festa de despedida do Felipe na outra escola e nao conhece ninguém.
E aí eu me lembro das festas de despedida do jardim de infância, do pré primário, do primário, do ginásio, do Brasil...UFA!!! Quatro filhos, o mais velho com quase dezoito e eu me despedindo de todas as fases da vida deles sempre assim, em grande estilo, que é pra nao me esquecer mesmo de como a minha professora explicava o ciclo de vida dos vegetais na segunda série primária:
Nasce, cresce, vive se reproduz e morre! Eu achava aquilo tao sem sentido, parecia tao rápido...Agora tô com medo porque já passei da fase do "se reproduz"...
Ah eu ando tao bobona, choro e me arrepio por qualquer coisa, ninguém nem me dá mais bola.
Acho que tô ficando velha, cadê eu? Que nao me arrepiava e nem chorava pra nada?

Aí chorei e me arrepiei de novo...

4 comentários:

Ana Filipa Silva disse...

A despedida dói, mas é necessário que seja feita. Dizer adeus ao velho para abrir espaço para o novo!

Daniella Azulay disse...

hahahaha
To morrendo de riri com o Nsace , cresce se reproduz e morre.. nao to aguentando.. so tu mesmo!!
TENS CADA SAIDA.. ADORO LER TEU BLOG ...
adorei te conhecer tambem.. pena que foi pouquinho(pra mim pelo menos :)
Bom espero mesmo que venhas e que eu possa te ver por aqui!!
beijos

Leticia disse...

Hahahaha, muito bom, mas acho que o ciclo de vida deveria ser, nasce, cresce, se reproduz, vive e morre!!!! Então fica tranquila que tem muito pra viver ainda!!!!

Abraço, Letícia

Marilena disse...

Ai meu deus, acho que vou ter mais um filho pra prolongar um pouco o "se reproduz"!!! Mas eu também sou manteiga derretida e qualquer coisa já estou chorando. E esta despedida do Michael Jackson foi de arrepiar mesmo.

bj