quarta-feira, 6 de maio de 2009

Festa das naçoes

Eu falei lá atrás (já nao sei bem quando) que a classe da Gaby estava preperando uma festa das naçoes com a classe. Lá fomos nós, eu levei biscoitos de polvilho, bananinhas (que uma amiga tinha um monte em casa pq as crianças dela nao gostam muito) e paçocas. Sei lá se essas coisas iam fazer sucesso mas nao estava com cabeça e com tempo de nada mais elaborado.
A classe da Gaby é muitíssimo homogênea, sao 14 crianças de 8 países diferentes.
Óbvio que a minha máquina quebrou um dia antes e eu nao pude fotografar (aliás é a nossa terceira ou quarta máquina, saco!).
Apesar de morar aqui na Alemanha há quase 7 anos ainda me impressiono com as apresentaçoes onde as crianças tocam piano, violino, diferentes tipos de flauta e até violoncelo.
Ainda fico de bocona aberta nessas ocasioes.
A professora de música era a mais animada, em todas as músicas em todas as línguas ela regia e cantava animadíssima enquanto as crianças acompanhavam com instrumentos musicais; legal de se ver como as crianças aprenderam a cantar musiquinhas em polonês e ucraniano ainda que fosse só o refrao. A Gaby cantou a moda da Carranquinha de Villa Lobos sozinha, com a professora ao piano e outras crianças na flauta.
Mas o ponto alto da festa foi a professora se rebolando e se remexendo toda cantando Alouette.


-Alex o que que é alouette?
-Nao é queijo?
-Queijo?!?
-É nao tinha um comercial de um queijo chamado alouette no Brasil, há muitos anos atrás?
-Ah vá! Do jeito que a professora se mexe deve ser um tipo de passaro.
-Santa ignorância a gente nem sabe o que é alouette.

E o segundo ponto alto da festa foi o buffet, lógico, tive que ir avisando que as paçocas eram "doces" e que nao dava pra comer com salada.
Ponto pra família francesa com as suas baguettes e milhoes de queijos e também pra família russa com a salada de beterraba que foi muitíssimo apreciada por mim, agora eu tenho certeza que ninguém vai se lembrar nunca mais das bananinhas e das paçocas mas perguntaram do que eram feitos "aqueles anéis" (os biscoitos de polvilho), putz trabalho explicar o que é um biscoito de polvilho praquela gente!!!

5 comentários:

mineirinhanalemanha disse...

Ei Carla,
Que legal a iniciativa da profa. da sua filha. É também valorizando outras culturas e suas peculiaridades que as criancas aprendem a ter boa auto estima. Um barato!
Um beijo,
Sandra

Anunciação disse...

Que bonitinho!Lembrei da infancia.Parabens a vcs pela bela educação que sua filha esta recebendo,em casa e fora dela.

SandraM disse...

Carla,
adoro bananinha e pacoca. Adoro. Daqui dez dias estarei no Brasil e quero me empanturrar. Estarei no Aeroporto no dia 15, pela AirFrance. Queria tanto te encontrar um dia ...

Marcia disse...

Que vergonha a minha ter que ir buscar no youtube a Moda da Carranquinha porque também não sabia o que era, hehehe

E sim, pra mim alouette também é queijo! :)

Ciça Donner disse...

hahahahahahahaha Maniruq canta a musica mas tb nao sabe o que é alouette!!!

Devias ter deixado eles comerem pacoca com salada hahahahahaha só tu mana!