terça-feira, 2 de outubro de 2007

10 dias sem marido

Fiquei 10 dias sozinha com as crianças enquanto o Alex tirava umas férias de nós no Brasil.
Cheguei à algumas conclusoes:
-Ainda nao estou preparada pra viver sozinha com quatro filhos.Se alguém me ouvir dizendo que eu quero me separar,me joga água na cara,bem gelada,por favor.
-Caixa de correio é uma coisa que nao existe.Só me lembro dela a cada três dias quando a coitada já está quase gritando.
-Nao tenho paciência pra comprar frios no supermercado.Pego qualquer coisa,qualquer um.Demora muito,é chato, e eu nem como frios.
-Lidar com dinheiro é mais chato ainda.É muito chato fazer contas.
-Acabei fazendo coisas que se o Alex estivesse aqui eu diria logo: -Faz você.
-Nao tenho com quem brigar.
-Ao contrário do que ele diz as meias nao vao parar embaixo da cama sozinhas.Elas sumiram de lá nesses dez dias.
-Fiz a minha sombrancelha ontem à noite achando que ele fosse perceber que a minha sombrancelha se parecia com uma taturana.
-Gente!!! Eu senti saudades do Alex!!!Lógico que vai passar na primeira discussao,mas aí é outra coisa.O que vale é o agora nao é?
E o último diálogo entre eu, ele e a minha mae antes deles viajarem:
-Mae,você me ama?
-Porque essa pergunta gora menina? Carência?
-Putz,mae mas que resposta!! Eu vou ficar traumatizada!
-Alex,você me ama?
-Ué mas você perguntou pra tua mae primeiro?Ela nao te respondeu e você vem perguntar pra mim?

9 comentários:

Flávia disse...

Eita marido sortudo que vai passar f�rias no Brasil sem a esposa e a prole ! Aqui em casa n�o tem disso n�o...

Al�m do nome de hero�na de novela mexicana, temos mais outra coisa em comum: duas taturanas no lugar das sobrancelhas !

A tampa do vaso tamb�m n�o sobe sozinha, n� ?

patricia disse...

Morro de rir a cada post! parabens!

biagil disse...

É isso, somente um cara assim, com quem vc divide as dores e as flores de uma vida a dois, para merecer uma lista remarcável como esta! Pode nao ser lá tao positivo, mas vc falou dele o tempo todo! Caramba, acho que no final das contas, esse cara é o máximo e vc tá morrendo de saudade dele!
É ou nao é?

Carla, eu preciso te conhecer!

Anunciação disse...

Nossa,faz tempo,né?Saudade faz dessas coisas,hehe.

Maith disse...

Olá!
Vim até aqui depois de ver a indicação da Lila para o seu blog como um dos melhores que conhece.
Ela não exagerou. Você escreve bem e aborda assunto que sempre nos interessa, os maridos, suas presenças e suas ausências. Fui obrigada a chorar pois o meu se foi há quatro anos e até agora não consegui me adaptar a condição de viuva.Por que estou dizendo isso? Nem eu mesma sei. Bobeira de uma oitentona!
Estou postando contos em capítulos no http:www.cuidadoestaoteespiando.blogger.com.br.
Se quiser passar por lá e conferir só me dará prazer

Ingrid disse...

Oi Carla, desejo muitas felicidades para vocês e que o amor seja sempre vivo. Nos dias de hoje, vocês são raridade. Beijos mil

Maria Fabriani disse...

Oi Carla! Queria te agradecer o link pro Montanha-Russa ali no seu blogroll. Li esse seu último post e fiquei de boca aberta! QUATRO FILHOS???? Menina, eu mal dou conta de um, maravilhoso, quieto, tranquilo menininho, imagine quatro! Parabéns! Você é uma heroína!

SandraM disse...

Carla, quando meu marido ficou hospitalizado descobri que existem muito mais tipo de lampadas do que eu jamais imaginava!! bjs

darcson disse...

amigaaaaaa, EU TE AMO, tá??? sua mae e seu marido nao tao com nada, tudo complicado, parece q têm pobrema. eu falo e pronto, tá!