segunda-feira, 2 de julho de 2007

Conhece o Al?


Nao conhece? Esse é o alemao que mais me incomoda,que mais pega no meu pé,que mais convive comigo.Eu adoraria me livrar dele,mas nao consigo. O nome dele completo é Alzheimer.
Nao que a minha memória tenha sido sempre uma maravilha,mas ultimamente a situaçao está se tornando vergonhosa.
Nós já éramos velhos conhecidos no Brasil,nao consigo me lembrar nem daquele maldito remédio para memória que o Pelé anunciava.
Uma vez, ainda no Brasil,o Alex marcou uma consulta pra mim,num psiquiatra eu acho. Passei uma hora lamentando da minha vida,quando ele foi me buscar,me perguntou o que é que o médico achava que podia ser, e eu na maior cara de pau:
-Que pode ser o que?
-A tua memória,o que ele acha que pode ser?
-PUTZ!!!
-PUTZ o que?
-Nao falamos sobre isso...
-Como assim nao falaram sobre isso? Nao é por ISSO que voce veio ver o médico Carla?
-PUTZ!!! (adoro falar putz),Era, mas eu me esqueci.
Seria engraçado se nao fosse trágico. Eu consigo me lembrar do número de telefone da minha melhor amiguinha em 1978,mas nao me pergunte onde eu coloquei a chave de casa.
Há uns meses atrás estava na Ikea, quando uma fulana fica toda feliz em me ver,acena de longe e já grita com um sorriso cheio de dentes: Caaaaaaaaaaaarla.
E eu de volta,em bom português: -Ooooooooooooooooooi!!!!
Sim porque aquela criatura entusiasmada só podia ser brasileira.Continuei a falar português com ela, banalidades tipo como vai?quanto tempo!! pra ter tempo de me lembrar quem era a mocinha.
Ela me ignorando solenemente pergunta entao em alemao,como eu vou,as crianças e etc...
Aí danou-se! Cara, ela fala alemao,aí mesmo que eu nao sei quem é!!!Conversei com ela uns 10 minutos sem ter a menor idéia de com quem eu estava falando e lá se foi a criatura bem feliz dizendo-se bem contente em me rever.
Só quando ela já estava bem looooooonge eu me lembrei, e quase gritei: -Ôôôôôôô voltaqui,me lembrei quem é voce,queria te perguntar uma coisa......
Mas ontem bati recordes. Abria e fechava freneticamente os armários da cozinha,abria as gavetas, parava,abria de novo,xingava,tirava tudo do lugar e abria de novo.Alex já tonto de ver aquela cena,resolveu me perguntar o que é que eu estava procurando, e daí se acendeu uma luz no fim do túnel!!!
-Obrigada Alex,agora eu sei porque é que eu nao estou achando...
-Achando o que? O que voce tá procurando?
-Eu nao tô achando,porque eu nao me lembro mais o que eu estou procurando,por isso eu nunca vou achar...

O melhor de tudo é que o negócio nao tem cura,nao é fantástico?

12 comentários:

Lila disse...

me sinto mais aliviada...pensei que era só comigo que acontecia esse tipo de coisa....rs....quer ver quando estou cozinhando e preciso pegar algo no armário, são 3 passos do fogão até o dito cujo,mas chego ali, abro-o e pronto! o que era mesmo que ia pegar?
beijos e boa semana!

Ciça Donner disse...

O que nao tem cura? O que é fantastico? Do que tu tás falando?

Anunciação disse...

Nem pense nisso.O mal de alzheimer é muito triste e doloroso,principalmente para os familiares e amigos.Você deve ter algum tipo de deficit de atenção que precisa ser tratado,sim,mas com certeza,não é o Al.Espero que não.

Carla disse...

Ai Lila eu é q me sinto aliviada,nao sou só eu,
Bjos,

Nao Anunciaçao,eu acredito que nao mesmo ,eu vivi de perto com o avô do Alex e sei o qto é triste,
Bjos e boa semana,

Nao tem cura, a falta de memória Cissinha,nao é fantástico viver desmemoriada a vida toda?

Bjos,

Marcia disse...

Virge Maria eu e o Al somo unha e carne :)

biagil disse...

Ah Carla, isso pode me acontecer tb; às vezes eu tô fazendo uma coisa, páro pra ir fazer outra, e chegando lá (na sala de banho, no quarto, sei lá) me dá aquele branco, nao sei mais o que tinha ido fazer ali, fico rodando, rodando... volto pro que eu estava fazendo, frustrada... entao me vem de repente à memória: "ah, já sei!" e corro pra lá novamente, muito rápido, antes que a lembranca se perca no meio do caminho. Grave. Muito grave.

biagil disse...

Agora, deixa eu te agradecer pelo comentário em meu blog... Eu sou uma verdadeira formiguinha, adoro doces! O bom é que, enquanto faco minhas comilancas, eu fico totalmente sem vontade de comer ;) Bom né? Inclusive, nos dias em que me envolvo com os preparativos pra festa de niver de Yann, eu nao como. Como cereais de manhâ, e nada mais. Passo o dia à base de água. Nao tenho apetite, é incrível. Pois é, se quiser, é só ligar: 0163 5838038. Certeza que, entre um vôo e outro, você encontrará tempo pra gente se encontrar. isto me alegraria muito, pois tenho certeza de que vc é uma figura! Até breve, entao!

Márcia Visser disse...

Olá Carla,

Um dia eu estava vendo um programa na tv que falava exatamente dessa perda de "memória curta". Eu tenho o mesmo problema, tenho que anotar coisas que preciso fazer, o que comprar no supermercado, etc. E achei que estava com algum problema também, até o dia em que vi este programa. Nele, o médico explicava que depois de uma certa idade (geralmente depois dos 30) ocorre essa perda da memória curta, que está ligada a coisas que fazemos no dia a dia. Ele explicou que isso é relativamente normal, e acontece devido ao stress do dia a dia (entre outras coisas). Ele explicou que "perder as chaves do carro" e não lembrar onde estão não é o problema. O problema é vc esquecer o que SÃO as chaves do carro, entende? Segundo ele, esse é um teste simples para "diagnosticar" o Alzheimer. As pessoas que têm Alzheimer esquecem até quem elas são. É exatamente a perda memória de longo prazo. Vc esquece tudo da sua vida (infância, adolescência, etc). A perda da memória de longo prazo, sim, é um sintoma de que algo está muito errado. Confesso que fiquei bem aliviada quando assisti esse programa porque entendi que o meu "esquecimento" é normal (até certo ponto) mas que têm horas que enche o saco, ah enche!:-) Como ir ao mercado para comprar tomates, comprar um monte de outras coisas e quando chegar em casa perceber que os benditos tomates não vieram:-)Viva os bloquinhos de anotação!
Beijos!!

Paula disse...

veja o lado positivo! Você nunca vai morrer de infarto fulminante por stress! Chage na hora você se esquece do stress! rsrsrs
Brincadeira a parte, isso é stress! Mas só você pra escrever de uma forma tão engraçada!
Alzheimer é mesmo dose, tenho parentes que sofrem disso.
Bjs

luma disse...

hahahahaha sócia!!!
Terrível quando se começa a procurar algo e passado um momento esquece o que estava procurando ou mesmo andar por um lugar e esquecer pra onde tem que se ir!
Bom fim de semana!!Beijus, Luma

Flávia disse...

Menina,

Alem dos maridos com o mesmo nome, temos isso tambem em comum: a memoria, ou melhor, a falta dela. E voce tambem sai de casa para ir ao supermercado comprar uma unica coisa pro jantar e volta carregada de sacolas e se dah conta de que nao comprou o que queria tanto somente depois que abriu a porta de casa ?

Ai ai... Nao esquenta nao, com o tempo piora. Entao, hoje a memoria ainda estah melhor do que amanha !

Beijinhos.

Ronaldo disse...

... e quando vc procura um óculos que está no seu rosto ?? Al avancadíssimo!!!!!


Saudades hein!