segunda-feira, 27 de novembro de 2006

Papai Noel nao!!


Estou furiosa porque o post que eu escrevi hoje pela manha, sumiu. Desapareceu,escafedeu-se.
Entao agora ainda motivada pela costelinha maravilhosa que eu jantei na casa de uma amiga, vou escrever um outro post rapidinho e quem sabe amanha a minha irá passar e eu volte a reescrever o post,que havia escrito antes.

Mas o assunto é Papai Noel e o espírito de Natal.
Aqui na Alemanha apesar das chaminés e do Natal com neve,(aquele que só existia na nossa imaginaçao no Brasil) o espírito natalino nao é o mesmo. Nao se veem tantos enfeites nas ruas,nem tantas luzes (a energia é cara) e nem vitrines super enfeitadas. Parece que ninguém investe muito.
Por um lado é legal porque música de Natal nas rádios durante dois meses é de doer. No Brasil chegava a me dar enjoo todas aquelas propagandas na TV, nao se fala de outra coisa durante pelo menos dois meses. Tudo,todas as coisas adquirem os tons verde,vermelho e dourado.
Papais Nóeis em tudo quanto é canto, gordinhos e muitas vezes magrinhos também.
As crianças alemas nao se sentam no colo do bom velhinho. Um ou outro Papai Noel cantando discretamente nas portas das lojas.
Acho bonito as vitrines bem enfeitadas, mas faz muito tempo que o espírito natalino se perdeu e se transformou num consumismo desenfreado. Vi tantos pais preocupados em como dar ao filho o presente que ele tanto sonhou em ganhar no Natal.
Traumatizei.Minha mae quando era criança se achava a pior criatura do mundo, porque o papai Noel nunca trazia nada pra ela. Até que uma tia com pena deu à ela um livrinho de oraçoes no Natal seguinte. Este que ela atirou pela janela e desejou a morte do bom velhinho.
Nós judeus nao comemoramos o Natal mas temos outra festa nesta mesma época do ano. (farei um post sobre isso mais tarde.) Mas como qualquer criança, eu invejava as árvores de Natal das amigas e o clima festivo. O pior eram os presentes. Nós também ganhávamos presentes,mas nao eram tao grandiosos como os presentes de Natal.
As minhas crianças assim como eu nunca acreditaram em Papai Noel. Assim na boa e sem traumas. Sempre disse à eles pra respeitar o coleguinha que acreditava e nunca desmentir nenhum deles.
Na verdade sempre achei essa história de Papai Noel,meio sacanagem,ainda mais num país cheio de diferenças sociais como o Brasil.


(Mercado de Natal em Frankfurt,foto retirada do arquivo de imagens da cidade)

Neste ano algumas ruas principais de Frankfurt nao foram enfeitadas porque os comerciantes nao entraram em acordo quanto às contas de luz que seriam muito altas, entao a coisa ficou mais xoxa ainda. O que salva é somente os mercados de Natal. Esses sao muito bonitos (Assim que a minha nova máquina chegar pretendo tirar fotos e postar aqui) e valem a visita.




(Mercado de Natal em Frankfurt,foto retirada do arquivo de imagens da cidade)

Mas confesso que me espantei ao ler essa notícia hoje:

Papai Noel é banido de mercados na Alemanha e Áustria
O Papai Noel está sendo banido das comemorações natalinas em mercados da Alemanha e da Áustria devido a uma campanha que acusa o bom velhinho de ser invenção da Coca-Cola e de destruir o verdadeiro espírito de Natal.

Um dos alvos da proibição é um dos maiores mercados da Áustria, localizado em frente à prefeitura de Viena. Milhares de visitantes circulam pelo local todos os dias em busca de produtos relacionados às festas de fim de ano.

Após o início da campanha, o único Papai Noel que podia ser visto na região era o dos adesivos distribuídos pelos manifestantes, que dizia: "Não ao Papai Noel". Um porta-voz da prefeitura confirmou: "Eles criaram uma regra entre os comerciantes que diz que a condição para eles atuarem ali é não usar a imagem do Papai Noel".

O movimento em Viena foi seguido por manifestantes na Alemanha. "Nós somos contra as coisas materiais, a ânsia de comprar, e esse homem de barba branca e de vermelho destruiu o real espírito do Natal", afirmou Bettina Schade, uma das organizadoras do movimento.

Gente o Papai Noel foi despedido. O que será que vao colocar no lugar? E o que será das renas? Será que elas permanecem? Qual vai ser entao o símbolo do Natal alemao?

4 comentários:

Carina disse...

Eu bem que eu estranhei mesmo...
Ontem vi na Bunda sobre o post de Natal, vim aqui e nada!

Agora, Papai Noel de DIOR vc me acabou né amiga???
hahahhah

Pururuca do Brejo disse...

Minha mãe disse que ganhava, no máximo, uma calcinha!
Sou louca pelos mercados de Natal, mas nunca fui a algum! :(

Carla disse...

Os mercados de Natal sao muito bons mesmo.
Tá vendo? Imagine uma criança ganhando calcinhas e a vizinha uma bicicleta.

beijinhos,

Ricardo Paoletti disse...

Carla -
Gostei do seu comentario, in loco, de Frankfurt! Gostaria de reproduzi-lo no Jornal de Debates [ http://www.jornaldedebates.ig.com.br/index.aspx?tma_id=482 ].

Por favor responda com o seu OK para ricardopaoletti@hotmail.com

Um abraço,

Ricardo Paoletti
Editor
Jornal de Debates